Pesquisa de imóveis avançada

Pesquisar Cancelar
Portugal

Portugal

Ver vídeo

Portugal

Está situado no extremo sudoeste da Europa e inclui os arquipélagos da Madeira e dos Açores no Oceano Atlântico. No continente europeu, o território português ocupa uma área de 88.889 km2 (com 218 km de largura, 561 km de comprimento, 832 km de costa atlântica e 1.215 km de fronteira terrestre com Espanha).
Galeria de Imagens

Porto e Norte

Portugal nasceu no Norte. Foi na região Porto e Norte que os portugueses começaram enquanto povo e nação. Aqui aprendemos o valor da diferença, mas também a complementaridade das culturas.

Nesta REGIÃO DE MONTANHAS e PARQUES NATURAIS, o património espalha-se por castelos, como o de GUIMARÃES, ou por santuários e igrejas que no verão são palco de romarias. Ao lado de ermidas rurais encontramos o BARROCO DO NORTE DE PORTUGAL feito de granito e talha dourada.  Em cidades que souberam preservar a escala humana, como BRAGA, VIANA DO CASTELO, LAMEGO, CHAVES OU VILA REAL, ou em solares e casas senhoriais, encontramos o português mais autêntico, aquele que gosta genuinamente de receber, de partilhar a sua mesa e as tradições. No Porto e Norte de Portugal vive-se de forma natural a alegria e a gratidão por tudo o que temos e somos.

 O RIO DOURO atravessa a região. Entra em Portugal apertado entre as ravinas e montanhas do interior para percorrer toda a paisagem do Património Mundial onde se cultivam os VINHOS DO PORTO E DO DOURO. Ali se cruza o vinho que segue até às CAVES DE VILA NOVA DE GAIA e os cruzeiros que visitam a região.



Porto e Norte

Região Centro

No interior, maciços montanhosos e aldeias tradicionais. Junto ao mar, povoações piscatórias e praias cosmopolitas com os desportos náuticos a marcar o ritmo dos dias. Por todo o lado o património, milenar, exibe orgulhosamente a história da região. 
Alguns destes lugares têm tanta importância para a Humanidade que foram incluídos pela UNESCO na lista de PATRIMÓNIO MUNDIAL. É o caso dos Mosteiros de Alcobaça e da Batalha, do Convento de Cristo em Tomar e da Universidade de Coimbra. 

Mas há outros com características únicas que vale a pena descobrir. Por exemplo as ALDEIAS HISTÓRICAS e os castelos que defenderam as fronteiras da nação. As ALDEIAS DE XISTO e as vilas de casas brancas, como ÓBIDOS, um tesouro entre muralhas. E as cidades, onde a modernidade se alia à tradição – COIMBRA dos estudantes, LEIRIA, AVEIRO entre a Ria e o Mar, e VISEU, GUARDA E CASTELO BRANCO, em que a arquitetura da pedra mantém traços de um passado imemorial.
Região Centro

Região de Lisboa

Lisboa é a capital de Portugal e polo duma região multifacetada que apela a diferentes gostos e sentidos.

Numa cidade que foi recebendo muitas e diferentes culturas vindas de longínquas paragens ao longo do tempo, ainda hoje se sente um respirar de aldeia em cada BAIRRO HISTÓRICO. Podemos percorrer a quadrícula de ruas da Baixa pombalina que se abre ao Tejo na Praça do Comércio e, seguindo o rio, conhecer alguns dos lugares mais bonitos da cidade: a zona monumental de Belém com monumentos do Património Mundial, bairros medievais, e também zonas de lazer mais recentes ou contemporâneas, como o Parque das Nações ou as Docas.

Continuando junto à foz do rio vamos perceber porque se diz que Lisboa é o centro dum vasto resort. Pela estrada marginal vamos conhecer praias e estâncias balneares que combinam villas, condomínios de luxo e hotéis do início do séc. XX com marinas, esplanadas e modernos equipamentos desportivos, com particular destaque para o Golfe e a náutica de recreio. 
Seguindo a costa vamos encontrar spots de surf de renome mundial, mas também os palácios espalhados pela paisagem cultural de SINTRA, Património Mundial. 

Tanto a norte como a sul da capital, a grande variedade de paisagens e património fica sempre a curta distância. Com PRAIAS, PARQUES NATURAIS, PERCURSOS CULTURAIS e alojamento para todos os gostos, é difícil escapar à região de Lisboa numa visita a Portugal.
Região de Lisboa

Alentejo

As planícies a perder de vista começam a desenrolar-se junto ao Tejo. Se ao norte o ritmo é marcado pelo verde da campina, mais para sul a paisagem combina com sol, calor e um ritmo compassado. É o Alentejo. 

A norte pastam cavalos na lezíria; no vasto interior, a planura imensa, searas louras ondulando ao vento; No litoral praias selvagens duma beleza agreste e inexplorada.

A amplitude da paisagem é entrecortada por sobreiros ou oliveiras que resistem ao tempo. SANTARÉM é um miradouro natural sobre a imensidão do Tejo. Aqui e ali ergue-se um recinto muralhado, como MARVÃO ou MONSARAZ, ou a antiguidade duma anta a lembrar a magia do lugar. Nos montes, casas térreas e brancas coroam pequenas elevações, os castelos evocam lutas e conquistas, e os pátios e jardins atestam influências árabes, que moldaram povo e natureza.

No Alentejo, a força da terra marca o tempo e cidades como ELVAS E EVORA, classificadas Património Mundial, pela Unesco, mostram a tenacidades das gentes.

Não se pode passar para norte ou para sul sem conhecer o LITORAL. Com uma paisagem alta e escarpada, com pequenas praias abrigadas entre arribas, e muitas que são ideais para o SURF. E também aqui há aromas de campo, as ervas de cheiro temperam PEIXE, MARISCO e outros PRATOS REGIONAIS, que se acompanham com excelentes VINHOS DO ALENTEJANOS.
Nesta região, todo o Alentejo vive ao ritmo da terra.
Alentejo

Algarve

Foi daqui que os Portugueses partiram ao encontro de outros povos e culturas no século XV… e é no Algarve que recebemos grande parte dos que nos visitam á procura do nosso clima ameno com muito sol durante todo o ano.

Com PRAIAS de excelente qualidade com areais a perder de vista, limitados por falésias douradas, ilhas quase desertas que marcam a fronteira entre a RIA FORMOSA e o mar, ou baías pequenas, aconchegadas pelas rochas. O oceano em todos os tons de azul, quase sempre calmo e cálido, convida a banhos prolongados e à prática de desportos náuticos.
Há ainda a serra. Onde as pessoas vivem em harmonia com a Natureza e mantêm tradições que gostam de partilhar. E as cidades. SILVES conserva vestígios do passado árabe e LAGOS da época dos Descobrimentos. Mais cosmopolitas, PORTIMÃO e ALBUFEIRA vivem dia e noite, cheias de animação. FARO é a porta de entrada da região e TAVIRA uma montra da arquitetura tradicional.
 
A região do ALGARVE está dotada de Hotéis, aldeamentos, resorts, dos mais simples aos mais sofisticados. Uma panóplia variada que tem em comum um gosto genuíno de bem receber.
 
O Algarve foi diversas vezes considerado o melhor destino de golfe do mundo por revistas da modalidade e associações internacionais de operadores turísticos especializados, o Algarve faz jus a esta distinção mantendo uma qualidade a toda a prova.
Algarve